Playlist: nacionais.

Alô, alô!

Como vocês estão, gente? Eu espero que muito bem, saudáveis e com um astral positivo! Então, ultimamente eu tenho escutado bastante MPB e bandas independentes, tem mais ou menos uma ou duas semanas que parei para conhecer e achei que seria legal mostrar aqui o que eu mantenho na minha playlist para aquecer o coração. Eu espero que vocês curtam assim como eu e que se quiserem comentem mais bandas e músicas para eu escutar. ❤

  • Dândis

1b89f54f707879fe0569e2d41f6970e8

Separei duas músicas deles para vocês: Feita pra fugir e Guria. Eles compõem músicas tão gostosas que até sentimos vontade de nos apaixonar para ter uma trilha sonora assim hahaha

  • Esteban

Esteban Tavares

Gente, eu tenho que reconhecer que a primeira música eu conhecia mas não sabia quem cantava e também seguia no twitter mas não fazia ideia que era ele! O que mais gosto é a junção dos diferentes instrumentos na composição da melodia. Separei: Segunda-Feira e Cigarros e Capitais.

  • Rubel

87083abce29eb94777f7c7c89de76676

Separei: Quando bate aquela saudade e O Velho e O Mar. Eu tento entender até hoje o que é essa voz maravilhosa, porque sinceramente, coisa mais linda.

  • 5 à seco

ff89bc8031af3ea2d2f9a1619bb21345

Eu sinceramente acho que vocês devem conhecer essa banda, mas quem nunca ouviu nada deles: ouçam, vale muito à pena. Separei: Pra você dar o nome e Em paz (com a participação da Maria Gadu).

É isso, espero que tenham gostado e até uma próxima,

Jade Goulart

 

Aerosmith, roupas, 90s e nossa volta

Alô, alô!

Como vocês estão, pessoal? Aqui estou eu em pleno final de período e início de férias para bombardear vocês de novidades com tudo o que aconteceu em maio e também junho! Eu e Carol não tivemos moleza e foi um sacrifício ficar tanto tempo fora do ar, sentimos muita falta do blog e decidimos que agora com esse respiro vamos compensar e passar para vocês o melhor que nossa família guardou nesses meses hahaha

Quem nos acompanha desde o início sabe que eu tenho um abismo por tudo o que se refere aos anos 90, mas de uns tempos pra cá senti uma necessidade maior de me expressar por forma das minhas roupas – antes mais puxadas para o lado romântico e hoje com uma pegada mais largadinha – e me baseei na trilogia do Aerosmith com a Alicia Silverstone e Liv Tyler – Crying, Amazing e Crazy – que são maravilhosas, e gente, usam cada roupa nesses clipes que só babando mesmo.

Então resolvi dividir esse post em dois temas: roupas íntimas e as normais mesmo hahaha E já adianto que todas as fotos foram retiradas do Pinterest e são usadas aqui como inspiração, espero que vocês gostem tanto quanto eu!

  • As normais

Fato é que mudei meu estilo sempre tão romântico, e como disse mais acima desviei do super produzido e fui direto para o casual com acessórios, o que mais gosto de usar são os jeans+jeans, jaquetas, botas, camisetas com estampa lisa e também as ciganinhas – que para ser bem sincera, não sei se são dos anos 90, mas uso hahaha – all star – que é difícil de sair do meu pé – cropped e peças “destroyed”. Tenho que admitir que ainda sou adepta aos vestidos principalmente no calor, mas hoje opto mais por modelos que concentram informação na costura do que em estampa.

 

  • Íntimas

Outro fato dessa vida é que tenho seios pequenos e até os 18 amava sutiãs com bojo mas achava desconfortável, acho que nunca sabia ao certo qual escolher e sempre comprava apertados ou largos com raras exceções, mas foi aos 20 com a volta da renda que decidi dar uma chance para os sem enchimento e depois disso migrei completamente hahaha Além de serem lindos, ficam super confortáveis no corpo.

E de quebra, dá uma ótima composição com peças com decote cavado sem ficar vulgar. Tudo de bom, né?

Bom, é isso, espero que vocês tenham gostado do meu estilo e das fotos também, me falem o que acharam, se curtem Aerosmith como eu, se têm crush pesado nelas hahahaha, e o que mais quiserem! É ótimo estar de volta!

Até uma próxima,

Jade Goulart.

Ficha musical: Ed Sheeran

Alô, alô!

Como vocês estão, pessoal? Tem um tempo considerável que não faço uma ficha musical, a primeira foi bem no início do blog, vocês lembram? A Ficha musical: Hayley Kiyoko. mostrou um pouquinho sobre meu gosto e o som maravilhoso que ela produz, mas hoje quero mostrar as músicas do nosso ruivo lindo e as datas do shows que ele fará no próximo mês hahaha

Sem mais delongas: Ed Sheeran

Ed nasceu no dia 17 de fevereiro – aquariano – começando sua carreira em 2005 e deslanchando logo em 2012, dono de muitas músicas dançantes, românticas e do meu coração, além de ser um baita crush hahaha

Discografia:

  • The Orange Room (2005)
  • Want Some? (2007)
  • Loose Change (2010)
  • + (2011)
  • You Need Me (2011)
  • Songs I Wrote With Amy (2011)
  • x (2014)
  • ÷ (2017)

Como eu conheci: Acho que através do meu ex-namorado, ele escutava bastante o músico e acabou que eu me apeguei aos sons que ele produzia na época, gostosos e com a letra bem sentimental, conforme o tempo foi passando senti uma evolução de estilo. Esse novo álbum que lançou tá maravilhoso! hahaha

Datas:

Show de Ed Sheeran em Curitiba (PR) – 23 de maio de 2017 – Pedreira Paulo Leminski

Show de Ed Sheeran no Rio de Janeiro (RJ) – 25 de maio de 2017 – Rio Arena

Show de Ed Sheeran em São Paulo (SP) – 28 de maio de 2017 – Allianz Parque

Show de Ed Sheeran em BH (MG) – 30 de maio de 2017 – Esplanada do Mineirão

Datas retiradas do site: Confira Mais

Músicas que mais gosto:

Shape Of You  • Castle On The Hill • Thinking Out Loud  • Photograph

Quem está super ansiosx para os shows dele? Tem mais algum músico que vocês gostariam de ouvir por aqui? Aaa, não esqueçam, se vocês cantam ou tem uma banda, mandem pelo nosso Contato que escutaremos suas músicas e talvez o próximo aqui seja você!

Até uma próxima,

Jade Goulart

Voltando aos 15

Alô, alô!

Como vocês estão, pessoal? Dia 14 completei meus 20 anos e vi como o tempo passa voando, não é? Cinco anos atrás eu tinha outra cabeça e agora quero relembrar com vocês o que mais curtia naquela época hahaha Sério, juro que vocês vão gostar e se identificar com algumas coisas e que não vai ser uma queimação de filme total hahaha

Bora lá:

Bandas

Eu não posso em um post juntar a infinidade de bandas que eu gosto até hoje, mas naquela época as três bandas que mais amava (e amo) são The Strokes, Arctic Monkeys e The Killers. E Strokes esse ano no Lolla foram sensacionais, né? Até hoje curto o som que eles produzem (mesmo que prefira as músicas do início). Vou deixar algumas delas para vocês escutarem:

Strokes

the-strokes

Reptilia • Juicebox • Heart in a Cage • Taken for a fool

Arctic Monkeys

tumblr_static_jvlqugz40zk088k80c8okogk.jpg

Why’d you only call me when you’re high? • Arabella • Fluorescent Adolescent • Teddy Picker

Killers

66bc4225

Mr. Brightside • Somebody told me • Human • When you were young

Redes Sociais

Vocês lembram do Orkut? Ah, bons tempos! Eu era ratinha de orkut e sempre mandava para as minhas amigas longos depoimentos abusando dos emoticons e cores, mudava o tema do perfil e aumentava constantemente a minha lista de comunidades como “não gosto de acordar cedo”! Bem no iníciozinho só podiam publicar 12 fotos e já naquele tempo, as meninas e meninos usavam o tão conhecido franjão HAHAHA

Tumblr: Deus no céu e tumblr na terra. Eu lembro bem que chegava da escola e me conectava direto lá para atualizar as fotos das minhas bandas favoritas. É, gente, eu amava!

E o nosso querido e falecido msn, quem nunca colocou a música na parte superior do perfil não sabe o que é mandar indireta “sutil” para o crush hahaha Meu primeiro namoro foi com meus 14/15 anos e eu SEMPRE mudava meu status bem apaixonado para o boy tomar conhecimento! Pena que a única rede que prevaleceu foi o tumblr, né?

Estilo

Como uma imagem vale mais do que mil palavras vou deixar para vocês algumas das roupas que usava bastante e o estilo que eu tinha, talvez isso seja queimação mas em minha defesa, estava na moda (e tá voltando novamente!) hahahaha

Mudanças da vida, não é mesmo?

Livros 

Vocês devem imaginar que eu estava na fase de vampiros, lobisomens e anjos. Acertaram! Ainda tenho uma queda por livros como Fallen (li a série completa) e afins, uma dose de magia não faz mal a ninguém, mesmo que hoje eu já prefira títulos românticos e até mais realísticos.

Pois é, gente, espero que vocês tenham gostado de relembrar um pouquinho essa fase tão gostosa! Para mim foi mais do que especial pelas amizades, bandas, meu primeiro relacionamento, vocês tiveram gostos parecidos com os meus? Foi diferente? Conta aqui!

Até uma próxima,

Jade Goulart

 

Bullet Journal

Alô, alô!
Esses dias estive conversando com a minha melhor amiga sobre organização, afinal, eu sou a pessoa mais desorganizada que eu conheço! E ela não, então, pedi algumas dicas porque já tentei de tudo: de notas aleatórias em lugares que depois esqueci a projetos de calendários que prometiam fazer com que eu lembrasse dos meus compromissos, e até o despertador do meu celular que só me lembrava na hora que algo deveria acontecer hahahaha
Foi quando ela me contou do “bullet journal”, criado por Ryder Carrol, que ajudou e muito em sua vida – e tem cada vez mais se popularizado além de ser uma graça.
Essa “agenda” permite que você se ache sem grandes dificuldades por ser personalizada, e tem como objetivo juntar seu passado e futuro com lembretes de coisas que você viveu e eventos que ainda irão acontecer, ela me contou que cursa medicina e que esse caderninho tem sido essencial e eu resolvi fazer.
Eu vou ser sincera, para mim foi um caos. O bom do bullet journal é a independência, ou seja, é o seu caderno (você pode escolher QUALQUER caderno para começar) e é a sua rotina, não ficamos presos a um limite de espaço como as agendas com data, não há regras; o ruim é a dificuldade para fazer o tracker sem pontilhados determinados – eu recomendo esse caderninho.
Inicialmente você faz o “índex” para definir as páginas e logo no final, separa uma página para escrever o que espera durante o ano – eu escrevi que gostaria de ser mais organizada, tanto na minha rotina, quanto no blog e faculdade.
Fotos retiradas do Pinterest
Depois disso, nós escrevemos as chaves ou keys que são símbolos para te ajudar com determinado compromisso e preparamos o calendário junto ao tracker.
Fotos retiradas do Pinterest
Por ser perfeccionista com meus desenhos, essa foi a parte mais difícil para mim. E por “último” as memórias e as metas.
Fotos retiradas do Pinterest 
Após essa introdução para todo bullet journal, você é livre para adicionar o que quiser, séries, livros que gostaria de ler, rotina de exercícios, rotina alimentar, entre outros. Eu separei algumas ideias no Pinterest do blog, para vocês se inspirarem. É isso, gente, espero que vocês tenham gostado! Até uma próxima!

Fotos retiradas do Pinterest

Aaaa, caso vocês queiram que eu faça posts mais detalhados sobre cada etapa comentem no post ou mandem sugestões pelos comentários, vamos adorar, se gostarem mostrem a ideia para os amigos!

Jade Goulart

Anos 90

Alô, alô!

Quem não ama os anos 90? O rock estava em alta e bandas como Guns, Nirvana, Pearl Jam, Megadeth, Oasis e Sonic Youth fizeram nossa cabeça; houve uma explosão musical e a moda “sofreu”. O grunge nunca antes foi tão explorado e as roupas tinham identidade assim como exaltavam a personalidade de quem usava! Até hoje as tendências daquela época permanecem e é sobre isso que eu quero conversar com vocês.

Bandanas, patch, camisas xadrez, jaquetas, macacões, coturnos, roupas jeans, calças desgastadas e blusas de basquete são daquela década, mas olhando para uma parte do meu guarda roupa eu vejo muitos desses itens hahaha O post de hoje são para aqueles que adoram o “visu” mais confortável e não abrem mão disso.

Fotos retiradas do Pinterest

E como tudo que é bom volta, separei alguns “modelos inspiração” direto do nosso Pinterest Oficial para vocês darem uma checada no que nós mais adoramos.

Fotos retiradas do Pinterest

Bom, é isso, gente! Passem no meu Pinterest Pessoal que lá também tem vários modelos legais! Beijos

Jade Goulart

Não é tarde demais.

Desde que terminamos eu estou tentando ficar bem e não pensar em você, mas às vezes, as minhas tentativas são falhas, tem dias que eu acordo e sinto a sua ausência, sinto falta do que não vivemos e me agarro nas nossas lembranças, eu não quero admitir, mas eu quero muito você aqui. Tem dias que eu só quero te encontrar e falar que eu te amo e não quero mais brigar, mas não posso fazer isso porque significa aceitar os seus erros.

Somos muito diferentes, eu não gosto das suas músicas, dos seus filmes, nem das suas séries, mas mesmo assim eu me apaixonei por você. O jeito como me olhava quando eu chegava na sua casa, o carinho que você me fazia quando eu deitava a cabeça no seu peito e o modo como você me beijava eram provas mais que concretas de que havia sentimento, mas acho que não era forte o bastante para fazer você ficar.

Eu já apaguei o seu número, te bloqueei em algumas redes sociais, até joguei fora aquele protetor solar que você esqueceu na minha bolsa, mas a verdade é que eu posso te excluir de todos os lugares, menos do meu coração, você continua sendo o meu primeiro pensamento quando acordo e continua sendo a pessoa que eu quero que veja as minhas fotos da balada, você foi e ainda é o único cara que me desperta um friozinho na barriga e que arranca o meu sorriso bobo, o único que consegue me provocar ansiedade com uma mensagem e me da aquela sensação de proteção.

Quando encosto a cabeça no travesseiro sinto aquela saudade boa, lembro do que vivemos e tento não odiar aquela nossa música do Djavan, por que ela sempre toca na rádio quando estou no carro? Será que a existência quer me fazer lembrar do cara que me tira o sono? Eu sei que vivia dizendo que eu ia ficar muito bem sem você, mas o meu mundo virou quando você se foi e agora só quero que volte, volta para mim, mas volta para ficar e deixa eu te mostrar que o seu lugar é aqui, não é tarde demais, não para nós.

Caroline David