Alô, alô agosto! 

Alô, alô!

Como vocês estão, pessoal? Eu espero que bem, saudáveis, realizados e felizes hahahaha Ontem foi o último dia de julho e com ele nós dissemos um “tchauzinho” bem dolorido para as férias e por isso hoje eu fiz esse post bem rapidinho esperando emanar toda a positividade que conseguir para deixar o dia de vocês um pouco melhor.

Selecionei do Pinterest algumas frases motivacionais que eu gosto muito e sempre guardo comigo de diversos autores diferentes, alguns são sobre bem estar e outros bem feministas como eu – não posso negar hahaha Espero que gostem ❤

Ah! E recentemente o blog tem feito algumas quotes também, ó aqui:

Muitas dessas frases vem tomando conta do nosso Instagram, estamos apostando em uma nova cara e gostando muito dessa fase, se vocês não conhecem passem no @paposerioblog hahaha Bom ,é isso gente linda, espero que vocês tenham gostado bastante assim como eu!

Até uma próxima,

Jade Goulart

17 de abril de 2012

Alô, alô!

Como vocês estão, gente? Espero que muito bem e saudáveis hahaha Eu posso dizer que estou passando por uma fase muito grande de saudosismo e resolvi há alguns dias atrás reler meu diário de – nada mais, nada menos – sete anos. Gente, vocês não estão entendendo o “mix” de sentimentos que estou tendo ao relembrar de tantas coisas, uma hora eu rio dos meus comentários que fiz lá em 2010 quando tinha 13 anos e outra, choro porque são tantos fatos passados – e minha eterna propensão ao drama.

Em 2012 – título autoexplicativo – eu escrevi um poema para um amigo – mas nunca mostrei, olhem isso – que era meu namorado e hoje eu reli e quis comartilhar com vocês, talvez mais para frente se achar outros poemas que goste repita também com as datas originais. Então é isso, espero que gostem!

” 17 de abril de 2012

Hoje eu gostaria de estar com minha caixa de lembranças, aquela em que guardo cartas suas que sempre têm a distância como um ponto em comum. Eu certamente me deliciaria em cada palavra, cada verso seu, em busca de algum tipo de conforto.

Queria ler em seu poema palavras que dizem que me ama e espera o adentrar da noite por mim. Queria quebrar o muro existente entre nós e descansar em seus braços, poder rir e sentir a melodia que seu sorriso tem, ficar imitando sua voz em tom sínico, receber e dar beijos carinhosos, descobrir verdades constrangedoras, tornar meu mundo em nosso.

Queria correr até cansar, cair no chão e ter você junto a mim, andar na chuva, fingir que todo lugar é uma praia ou até ter uma boa briga para no final ouvir o reconfortante “te amo” e deslizar em seu abraço.

Com toda a certeza existente dentro do meu corpo e alma quero poder te ter de volta, poder te ver e ouvir seu “oi” por entre as escadas, te abraçar e sentir o seu fungar que sempre me diz qual é o meu cheiro.

Enfim, quero seu cheiro, beijo, sorriso e implicância de volta, para depois ler outras cartas perdidas suas…Quero coisas que me faz/nos faz uma falta enorme.

Eu quero tudo e mais um pouco, quero você junto a mim, quero para sempre e por completo.

Só quero você do meu lado.”

Jade Goulart.

ENEM, faculdade e minhas experiências

Alô, alô!

Como vocês estão, minha gente linda? Então, esse é um assunto que até agora não me pronunciei mas a minha colega @caroldavd deu um espetáculo com as suas experiências universitárias e aqui estou eu para falar sobre as minhas.

Quando fiz o ENEM em 2015 fiquei dividida entre veterinária e letras, quem passou por essa fase ou está passando sabe que surgem muitas dúvidas na nossa cabeça e são poucos os casos que a pessoa tem certeza sobre qual profissão seguir, então no final do ano eu optei por letras-literaturas na UFRJ e vi que o curso tinha tudo o que eu sempre quis.

Foi difícil porque eu moro em Maricá e a faculdade está no Fundão – no Rio – e pelo meu horário ser matutino, eu acordava – e ainda acordo – muito cedo para chegar às 07:30 no horário, quem estuda ou trabalha em cidades diferentes e principalmente depende de transporte público para se locomover sabe o quanto é cansativo essa “jornada” – ainda mais com o bate e volta diário hahaha

E logo no terceiro período eu quis ter como primeira experiência um estágio como mediadora de um menino autista, ainda hoje eu estou nesse trabalho que só me acrescenta como pessoa e também profissionalmente, mas não é fácil, por ser de tarde são poucas as horas que eu estudo por não ter uma moradia tão próxima assim.

Mas eu não me arrependo das minhas escolhas, o curso, a faculdade e o meu estágio me dão uma noção do quanto é satisfatório e lindo a profissão que eu carrego e sobretudo a importância que um professor tem na vida de cada aluno e o aprendizado que os mesmos com tão pouca idade podem transmitir.

Então, para os que estão começando ou passaram/passam por uma situação parecida comigo eu espero que tenham o melhor do que a vida universitária pode proporcionar, eu sei que é difícil e às vezes a batida fica tão pesada que dá vontade de desistir mas nós somos mais fortes.

E para os que estão querendo uma cadeira que a faculdade seja distante como a minha: calma, não se assustem, como eu disse é muito bom e satisfatório se encaixar naquilo que te faz feliz, as obrigações são o mínimo e a vivência é muito grande, é um outro universo e se vocês souberem aproveitar, sairão pessoas com uma bagagem maravilhosa por haver uma miscigenação de ideias nesse ambiente.

Então é isso, gente, eu espero que vocês tenham gostado e qualquer coisa comentem aqui embaixo que eu adoro responder vocês hahaha

Até uma próxima,

Jade Goulart

O que tiver que ser,será

“Você já percebeu que pessoas que não são felizes não conseguem fazer o outro feliz?”

Há uma trava nessa porta. Mentira seria se eu dissesse que não tentei destrancar, arrombar, achar a senha ou corromper o chaveiro para entrar. Mentira seria se eu dissesse que não foi o que mais quis por tanto tempo, tempo que não cabe em dedos, em números – ainda mais eu que desse assunto mal domino.

Mas meu bem, disso eu posso contar: enquanto crescia, sozinha, acompanhada dos outros ou de mim, eu escrevia e você não via, eu escrevi nos dias de sorriso, escrevi nos dias de choro, escrevi para me bastar e até para continuar com tudo. Escrevi como válvula de escape desse mundo, te inseri no meu e criei o nosso – e era lindo, na medida dos meus sonhos para nós.

Foi no plano das ideias que demos tão certo – onde circunstâncias não foram impostas, onde o amor nos bastou – e foi no plano real que tudo desandou – onde o “e se?” foi tão profundo que virou cicatriz aberta quando nos víamos.

Mas isso importa agora? Culpar o passado, desdobrar o presente e forçar algo que um dia já teve de tudo para acontecer mas agora não mais é. Eu que de boba, já vi todos os sinais, os meus próprios, só não aceitei e agora luto entre razão e emoção por sentimento que desconheço.

Em uma história vivida por dois, todos esperam que o final tenha um culpado, mas se não houver? Se o tempo só passou e agora dentro de mim só exista tanto carinho e o eterno “e se?” de quem não foi, da menina tão novinha que se apaixonou por alguém que julgava ser o amor?

Tanto achismo dá canseira. Eu meio que cansei. Também decidi dar um basta nessa ideia falha de querer estar tão certa sobre tudo para nunca me, te, nos magoar. O que tiver que ser, será.

Jade Goulart

Amor da minha vida

Amor da minha vida, você me tira uma dúvida? Eu pensei que iria te encontrar mais para frente, em uma festa, talvez com um tropeço ou com você chegando de fininho, sem a gente reparar ou perceber, é que eu queria viver algumas coisas até o dia em que eu vou assumir para o mundo que você é a pessoa ideal para mim, que vou ter um futuro, uma casa e filhos, com cachorros, gatos ou cavalos. Mas se for para chegar agora, e você sabe que sou distraída, faz uma sinalização, faz eu reparar, me espera?
Talvez você seja mais novo ou mais velho, mais alto ou mais baixo, talvez você seja um modelo de vitrine ou até a pessoa mais fora do padrão, talvez eu não te enxergue agora por não estar atenta às grandes histórias de amor, mas me convence que nós somos melhores que aquelas histórias de romance que se passa em final de tarde, que você gosta de bichos, tem seus planos e quer conhecer o mundo, porque se não for para eu te conhecer daqui a alguns anos, tudo bem, eu cresço do teu lado.
Amor, eu não vou te ver agora, não quero apagar nosso futuro, nossas prováveis histórias engraçadas ou o que nós vamos viver então me mostra que a gente é aquilo que eu nunca sonhei, que nós somos mais ou se não, me espera, vive muito, beija muito na boca, se aventura, que eu quero que você seja tão leve e tão feliz quanto possa ser e a gente se encontra em algum lugar no meio do caminho.
Uma hora você vai entender que vou te dar todos os apelidos que sempre guardei para a pessoa mais especial, vou ir com você a todos os lugares mais lindos e vou querer conhecer e te apresentar meus pais. Vive muito ou me encontra que a gente se reconhece e faz valer a pena.
Um beijo meu futuro mais lindo amor.

Jade Goulart

Viva o presente

Depois de tantas decepções pude compreender que pouco importa o tempo que passamos com aquela pessoa, o número de ligações, as pessoas da família a quem fomos apresentadas, as vezes que viajamos ou saímos para comer aquele sanduba à noite. Notei que a reciprocidade, o esforço para estar perto, o carinho que é dado e é cultivado dia após dia, a sintonia, o respeito são ações que realmente importam, conquistam e tornam a pessoa merecedora para estar ao nosso lado.

Ao longo do tempo pude perceber que nada na vida acontece por acaso, perder o nosso companheiro deixa feridas que achamos que jamais irão cicatrizar, mas ao invés de ficarmos pessimistas, devemos parar de querer superar tão facilmente e correr atrás do nosso desenvolvimento pessoal. Às vezes, é mais válido aceitar do que superar, pois o que importa de fato não é o que fazem conosco, e sim como lidamos com a ação do outro, se ocorreu, é porque eu precisava aprender com aquilo, não é para nos derrubar, o tempo irá nos mostrar a razão.

Muitos sofrem por fome, deficiência, mortes, será que não é egoísmo demais da nossa parte parar a nossa vida para sofrer pelo término de um relacionamento? Quando você se sentir mal, quando tudo parecer dar errado, saia da situação e tente visualizar como observador, tenho certeza de que você vai parar de ser tão negativo, a vida não está te dando uma rasteira, ela só está tentando te fazer crescer porque nem sempre o que julgamos ser o melhor realmente é.

Nós não sabemos o dia de amanhã, hoje pode ser o nosso último dia, você quer vivê-lo reclamando do que não deu certo ou agradecendo pelo que tem? Sempre tem algo para piorar, tente ser mais positivo, aceite, ame, diga para a pessoa que você gosta o quanto a ama, olhe para seus pais e agradeça o que eles têm feito para promover a sua felicidade, olhe para aquele seu amigo que está passando por uma situação difícil e diga que tudo vai dar certo, pois tudo o que vem causando o mal, está vindo para algo melhor e é o que vai te dar forças para lidar com outra situação que pode ser ainda pior. Não queira viver o passado, viva o hoje e se torne uma pessoa melhor para que o seu futuro seja mais leve, afinal, somos responsáveis por tudo que cativamos.

Caroline David

Livros Wattpad: Trilogia “homens das minhas mulheres”

Alô, alô!

Como vocês estão? Semana passada fiz um post que deu muitas respostas positivas o App: Wattpad mostrou tantos leitores e ex- leitores do aplicativo que hoje resolvi compartilhar com vocês alguns dos livros que tenho na minha biblioteca virtual.

Eu queria dar atenção especial a trilogia dos “homens das minhas mulheres” porque os livros são simplesmente maravilhosos! Sério, o enredo é envolvente, os personagens são realistas, carismáticos e surpreendentes, e tudo tem seu início quando Dio está perdendo sua mulher para o divórcio.

Os livros completos estão disponíveis na Amazon mas você também pode ler pela versão do Wattpad! ♥ Aqui embaixo deixarei as sinopses mas aviso desde já: abaixem-se que lá vem tiro!

O PRÓXIMO HOMEM DA MINHA MULHER SOU EU

“Isso aqui não é uma história de dois adolescentes que se batem, mas no fundo se amam. Eu sou um pai de dois filhos, sou casado.

Esta aqui é sobre reconquistar a mesma mulher que você já meteu uma aliança no dedo, mas deixou escapá-la por entre eles. Ela se foi e você nem viu.

Esta vai para todos os cabaços que como eu, esqueceram-se que o amor não é um posto, é exercício. É um jogo de tentativa e erro com algumas regras pré-estabelecidas.

Aqui, o amor é outra coisa.

Não é à toa – Que os contos de fadas terminam no casamento e a ideia de “casamento perfeito” vem estampado num comercial de margarina.

Aqui, o amor é outra coisa.”

O ÚNICO HOMEM DA MINHA MULHER SOU EU

“(Livro do Lipe!) — Continuação de O Próximo Homem da Minha Mulher sou Eu!

Em tese, é como a mãe. Passou no ITA, bom no que faz, futuro Engenheiro Aeronáutico. Irmão do Guto, dois anos mais novo, e da Manu, uma menina lindinha que todo mundo viu nascer.

Na prática, é como o pai. Arruma a mesa no aniversário da mãe, a língua afiada caidinho por uma das primas. A História pode se repetir, ele pode se apaixonar por uma menina da capital e se esquecer da prima Mineira.

Ou, dessa vez, a Prima Mineira pode fisgar o coração desse menino urbano que nada tem que ver com mato. Das coisas que pode acontecer, a única que nós sabemos é de onde veio esse menino. Em que lar ele nasceu, em quais condições foi criado e quanto amor ele viu entre os pais.

A gente acha que não, mas amor a gente aprende de berço.

De resto, tudo fica para 2016.”

O ÚLTIMO HOMEM DA MINHA MULHER SOU EU

“O Último Homem da vida da Tia Fê é o Tio Digo.

O Último Homem da Vida da Vaca Megera é o Lipe.

Há mais um Ferreira. Foda-se o último Ferreira! Vida, bate mais forte que agora eu aguento!

Vida, bate mais forte que agora, meu maxilar é de aço!”

Eu realmente me entreguei a leitura porque vale muito à pena, e o terceiro livro foi o que mais me apaixonou, leiam, recomendem para as amigas, principalmente as que precisam ver como devem ser amadas hahaha Enfim, espero que vocês tenham gostado! Comentem aqui se vocês já conheciam e leram ou se curtiriam ler, ok?

E ah! Vou deixar o perfil da autora para vocês lerem mais obras dela aqui

Até uma próxima,

Jade Goulart