Livros Wattpad: Aditivo.

Alô, alô!

Como vocês estão, pessoal? Eu espero que muito bem e saudáveis hahaha Pois bem, há algum tempo indiquei para vocês a trilogia dos “Próximos Homens…” (aqui) que eu simplesmente adorei ler pelo Wattpad e hoje eu venho com o meu novo xodózinho chamado “Aditivo” que ainda está em andamento, mas é muito bom e vale à pena. Eu tenho certeza que quem curte romances adolescente recheados por críticas sociais vão ler e pedir como eu por mais hahaha

101484828-176-k281728

“a • di • ti • vo

▶ Substância adicionada para melhorar o rendimento de uma propriedade. Existem aditivos para diversas finalidades, dependendo de qual uso será feito.

▶ Algo que é adicionado, como uma substância à outra, para alterar ou aprimorar a qualidade geral ou para neutralizar propriedades indesejáveis.

✧ spin-off do livro O Beijo do Vidente ✧”

A história denuncia temas como bullying, transtornos alimentares, abuso de drogas, etc, além de criticar e atentar aos privilégios que cada classe social possui; tem como protagonistas três personagens: Marina, Diogo e Pedro, que estão inicialmente interligados pela escola, mas com o desenrolar da trama vem a se conhecer e até participar de certos flashbacks.

Gente, muito difícil fazer uma sinopse decente sem dar spoiler hahaha Mas como eu disse inicialmente, vale muito à pena, foi escrito pela @carlalaurentino e logo abaixo vou deixar os links dela e do livro para vocês acessarem e conhecerem:

O livro • Perfil da Carla • Meu perfil

Então é isso, eu espero que vocês tenham gostado do post de hoje que foi um pouco mais curtinho.

Até uma próxima,

Jade Goulart.

17 de abril de 2012

Alô, alô!

Como vocês estão, gente? Espero que muito bem e saudáveis hahaha Eu posso dizer que estou passando por uma fase muito grande de saudosismo e resolvi há alguns dias atrás reler meu diário de – nada mais, nada menos – sete anos. Gente, vocês não estão entendendo o “mix” de sentimentos que estou tendo ao relembrar de tantas coisas, uma hora eu rio dos meus comentários que fiz lá em 2010 quando tinha 13 anos e outra, choro porque são tantos fatos passados – e minha eterna propensão ao drama.

Em 2012 – título autoexplicativo – eu escrevi um poema para um amigo – mas nunca mostrei, olhem isso – que era meu namorado e hoje eu reli e quis comartilhar com vocês, talvez mais para frente se achar outros poemas que goste repita também com as datas originais. Então é isso, espero que gostem!

” 17 de abril de 2012

Hoje eu gostaria de estar com minha caixa de lembranças, aquela em que guardo cartas suas que sempre têm a distância como um ponto em comum. Eu certamente me deliciaria em cada palavra, cada verso seu, em busca de algum tipo de conforto.

Queria ler em seu poema palavras que dizem que me ama e espera o adentrar da noite por mim. Queria quebrar o muro existente entre nós e descansar em seus braços, poder rir e sentir a melodia que seu sorriso tem, ficar imitando sua voz em tom sínico, receber e dar beijos carinhosos, descobrir verdades constrangedoras, tornar meu mundo em nosso.

Queria correr até cansar, cair no chão e ter você junto a mim, andar na chuva, fingir que todo lugar é uma praia ou até ter uma boa briga para no final ouvir o reconfortante “te amo” e deslizar em seu abraço.

Com toda a certeza existente dentro do meu corpo e alma quero poder te ter de volta, poder te ver e ouvir seu “oi” por entre as escadas, te abraçar e sentir o seu fungar que sempre me diz qual é o meu cheiro.

Enfim, quero seu cheiro, beijo, sorriso e implicância de volta, para depois ler outras cartas perdidas suas…Quero coisas que me faz/nos faz uma falta enorme.

Eu quero tudo e mais um pouco, quero você junto a mim, quero para sempre e por completo.

Só quero você do meu lado.”

Jade Goulart.