Resenha: creme de pentear VOUDECOCO (Griffus)

Alô, alô!

Como vocês estão, pessu? Quem lembra da minha última resenha no blog sabe que eu já não escrevo sobre isso há 84 anos hahaha Desde o carnaval de 2017 cansei de mudar os produtos que uso em meu cabelo e agora, reservei esse momento único para falar do creme de pentear VOUDECOCO da Griffus.

Eu realmente acredito que seja uma linha nova porque até então, não conhecia a marca – pode ser engano da minha parte – quem comprou foi minha mãe porque nós sempre testamos produtos diferentes para avaliarmos uma variedade que seja compatível com nossos cachos.

Em um primeiro momento pensei que não iria gostar desse creme porque sua consistência era extremamente leve e se o usasse seria em grande quantidade para dar definição aos meus caracóis; não! Ele hidrata de uma maneira que em um mês não senti tanta necessidade de passar meus óleos para nutrição – mesmo que isso seja aconselhado para a manutenção da juba, principalmente das cacheadas – e com relação ao day after define os cachos até 1 dia e meio – eu faço exercícios e talvez por isso não dure mais. Meu cabelo é médio e portanto eu uso um pouco mais que uma moeda de um real de creme, mas isso muda conforme a necessidade da moçoila ou moçoilo hahahaha

Foto do produto retirada do Google e minha foto retirada da galeria pessoal.

Outra coisa boa também de se comentar é que normalmente eu sempre recomendo produtinhos para as cacheadas mas dessa vez tá liberado, povo! o creme não é focado em um tipo de fiação específica, o que faz ser bom para todos – na minha família tanto eu quanto os meus pais usamos e ambos tempos fios de estruturas diferentes.

“A linha VOUDECOCO da Griffus Cosméticos traz o poder do coco para nutrição avançada e revitalização capilar. O grande poder condicionante faz desta linha a maior aliada para beleza e saúde de todos os tipos de cabelo. Com extração da polpa do coco fresco por prensagem a frio, o óleo 100% vegetal altamente concentrado é o grande ativo da linha, que regenera o fio capilar e previne danos de agentes térmicos, químicos e ambientais. O resultado: cabelos fortes e saudáveis, macios, brilhantes e sem frizz.

O Creme para Pentear VOUDECOCO é um produto leave-in e protetor térmico, que possui princípios ativos de regeneração, proteção e hidratação intensa. Sua formulação é livre de parabenos, parafinas, óleos minerais e corantes.”

Texto retirado da embalagem do produto.

E para completar ele é VEGANO! Agora sim, pessu, tá valendo à pena hahahaha Se faz bem para mãe natu claro que faria bem para gente, não é? E sério, eu estou fazendo essa resenha no amor porque juro que não é jabá – quem me dera até hahaha #mepatrocinaporfavor

Bom, é isso, espero que vocês tenham gostado desse post e comentem aqui se vocês já conheciam e usaram esse creme para pentear ou a linha vegana, ok? Não esqueçam de nos seguirem também no insta do blog que sempre temos dicas e falamos sobre o nosso cotidiano, se quiserem aparecer por lá usem as nossas hashtags #paposérioblog e #paposériopelomundo.

Até uma próxima, beijos de luz.

Jade Goulart

 

 

 

Anúncios

Papo Sério: buscando o amor (próprio).

Sempre que escrevo aqui me sinto em casa conversando com uma amiga próxima, naqueles raros momentos que podemos parar depois de uma semana ou um dia cansativo e relaxar os ombros para sentir que estamos bem – ou ficaremos.

Eu sempre li pela internet que devemos nos livrar de pessoas tóxicas, e bom, eu concordo, pessoas, coisas, instantes que nos fazem mal, puxam para baixo e amarguram nossa vida realmente devem ser deixados de lado mesmo que exija esforço de nossa parte, o importante é ficar em paz; mas quantas vezes podemos reconhecer que o problema – sim, é isso mesmo que eu quero dizer – não são eles, mas nós mesmos?

Eu fiquei muito acostumada a lidar com pessoas tóxicas, tão acostumada em minha rotina que simplesmente aceitava quando as coisas não corriam de uma forma “natural”:

A amiga me passou para trás ou fez um comentário para me diminuir? Tudo bem.

O namorado fez eu aceitar algo que eu não queria? Tudo bem também.

Não, não tá tudo bem. É sério, se tem uma coisa que não está bem é isso.

Mas primeiro, antes de reconhecermos que algo está errado precisamos olhar para dentro e ver que esse tipo de tratamento parte de nós, coisas que aceitamos sem querer, maneiras que achamos que devemos ser tratados mesmo que não seja a forma que tratamos o outro em nosso dia a dia.

E daí fica a pergunta: até quando vamos ter mais carinho e compreensão com um terceiro; não se priorizar?

Diferente dos outros posts, dessa vez eu não tenho uma solução, um conselho, nada que eu possa passar por agora que vá mudar essa situação, é um processo gradual que eu estou vivendo – aprendendo a me amar mais.

Mas uma vez com o problema já identificado, fica mais fácil a cura – é o que dizem.

Tá tudo bem às vezes não ficarmos bem e tá tudo bem também, como dizem os clichês, sermos um pouco egoístas para preservarmos a nossa saúde mental – pode acreditar, o mundo gira com ou sem você e se você não estiver bem, não vai poder ajudar ninguém, permita-se ter esse tempo para se cuidar.

É isso gente, espero que todos tenham muita luz em suas vidas.

Tudo é um processo.

Jade Goulart

Trilhas: Gruta do Spar (Maricá)

Alô, alô!

2018 está sendo um ano de tentativas para mim, acho que uma das minhas principais metas para esse novo ciclo é me permitir – tentar melhorar meu amadurecimento pessoal, emocional, rever meus ideais, minha percepção de mundo e, por fim, ter coragem! Coragem para substituir o “não vai dar certo” pelo “eu vou conseguir”.

Sempre no final do ano eu determino metas que quero realizar para a entrada do novo, eu estou realizando algumas e talvez, mais para frente, compartilhe minha lista para inspirar alguns de vocês – esse ano ainda quero escrever sobre elas, individualmente, se tudo der certo. hahahaha

Desde pequena eu sempre tive muita vontade de fazer trilha, mas era tão desastrada e tinha tanto medo que sempre adiava! De tanto me permitir e querer viver novos momentos conheci uma amiga na faculdade e ela me convidou – por sorte, bem próximo a minha casa – para eu vir na Gruta do Spar.

A trilha fica em Inoã (Maricá) e é ótima para quem está começando nessa vida – como eu hahaha – é importante levar lanternas, água – pelas incríveis subidas íngremes – e um bom tênis que não derrape tanto. E por que? Durante o trajeto na subida, em alguns pontos, o chão tem uma pequena fenda que “te obriga” a andar com as pernas afastadas… mas calma! juro que dá tudo certo no final!

Para os aventureiros radicais, também há a possibilidade de fazer rapel – eu não cheguei a ir, mas meus amigos mais experientes disseram que a vista de cima é linda!

Um ponto a se atentar é a natureza: a vegetação do lugar, o chão composto por minerais – que brilham conforme nós andamos, as formações rochosas, são de longe, a coisa mais bonita de se ver!

UFA! Aqui embaixo estão algumas fotos do dia – perdoem a falta de qualidade e não desistam de mim (aceito mimos – mentira, porém depende hahahaha). Algumas das fotos estão no meu insta pessoal, os vídeos da gruta estão nos destaques, e com essa volta do blog postaremos novas coisinhas no insta de lá – quem não segue, dá uma passada para conhecer! Nós também criamos as hashtags #paposériopelomundo e #paposérioblog para vocês aparecerem no nosso perfil! É isso, até uma próxima pessoal, beijos de luz!

Instagram: @jadegoulart

OBS: Essa foi a minha primeira vez em uma trilha mas eu fui com um grupo de amigos que já estavam acostumados com o caminho, o indicado sempre é ir com um profissional e/ou com pessoas que já conheçam o trajeto, ok? Por fim, espero que vocês se divirtam e para quem não conhece, se deem essa chance porque o lugar é lindo demais!

Jade Goulart

Calma, tudo bem ficar triste

Alô, alô!

Como vocês estão, gente? Então, eu não estou nada bem, hoje aconteceram algumas coisas que me deixaram para baixo e eu resolvi entrar no nosso cantinho para tentar dar a volta por cima e conversar com vocês que também estão na bad que é normal ficarmos tristes.

Final de período é aquela coisa: provas, estresse e a gente meio que deixa a saúde mental de lado, algumas horas a menos de sono “não vão fazer a menor diferença” e quando vemos haja briga com as amigas, namorado (a) e/ou família, sem contar aquele descuido que a gente dá pra nós mesmos, que faz falta e muita.

Foi meio nesse enredo que eu parei de prestar tanta atenção nas coisas que eu gostava. Sabe quando temos tantas responsabilidades ou queremos agradar outras pessoas que paramos de visar o que NÓS DESEJAMOS?  Pois é, foi aqui que me perdi – ou comecei a me perder – de mim mesma, sorte que agora estou notando e voltando a dar o devido amor a quem merece: eu.

Às vezes a ânsia é tanta para fazer tudo dar certo que não notamos que estamos nos deixando de lado por uma situação ou pessoa, mas é normal ficar triste, digo e repito, só caindo que se cresce e se aprende com o erro.

Porém a gente tenta dar a famosa volta por cima, não é? Então aqui estou eu com um conselho que talvez vocês gostem (ou não): uma coisa que aprendi com uma amiga é que ficamos confiantes quando estamos de bem, então, tire um tempo para se amar um pouquinho até virar hábito, repita qualidades no espelho que você tem (essas muito mais importantes do que o exterior, o que há no seu íntimo), se relacione com pessoas boas (às vezes murchamos por estar na companhia de gente tóxica), se aventure com locais novos, pessoas novas, músicas novas e faça algum gesto por si.

Vocês sabem: tudo é um processo. E eu prometo que vou fazer o possível para passar por esse marasmo e espero que vocês também; nada como um dia após o outro!

Até uma próxima,

Jade Goulart

 

Papo Sério: Gorda

Alô, alô!

Ontem de noite, depois de fazer um pouco de exercício, resolvi pesquisar a palavra “gorda”. Fiz isso porque há um tempo, coisa não muito distante, minha relação com meu próprio corpo não era uma das melhores e não sei, acho que queria ver resultados de meninas com peso x mostrando como é se amar. Mas não vi.

O que eu vi me deu tristeza, quando você procura por “gorda” no Tumblr vê uma ou outra mensagem de meninas se empoderando enquanto o restante são queixas. Eu senti muita falta de meninas que passaram por situações parecidas com a que eu passei e que hoje servem de exemplo para outras.

Mas pelo que você passou? Passei por uma fase da minha vida em que eu me sentia insuficiente por não gostar de quem eu era, começou com meu corpo, o ganho de uns quilinhos a mais, depois foi para o meu cabelo, naturalmente enrolado, e quando dei por mim, não existia mais confiança e eu tinha vergonha de me achar bonita, ver qualidades em quem eu era, até sair de casa.

E para o que veio depois, para o que eu me tornei, para o que eu sou agora, não tem fórmula secreta, não tem esquema ou passo a passo, cada pessoa acaba achando seu amor próprio em coisas que trazem satisfação pessoal e comigo, foi quando eu comecei a caminhar e entrei na faculdade. Mas para outras pessoas pode ser pintar, escrever, fazer uma luta, conversar, enfim, um infinito de possibilidades.

Eu gosto de pensar que para cada situação sempre existe um recomeço, um novo ponto de partida. Mas afinal, ser gorda é ruim? Um dia vi uma youtuber fazendo essa mesma pergunta e a resposta é transparente: não, não é quando se tem saúde. Hoje em dia mesmo ganhando alguns quilos e com mais curvas eu me sinto autossuficiente para sair do jeito que eu bem entender; gostar de si é consequência de uma história que tem de tudo para ser linda.

Além do quê, gorda é um adjetivo, assim como magra. Um adjetivo não define um complexo que compõe uma pessoa e se é para definir que sejam por adjetivos como inteligente, engraçado, carismático, altruísta, gentil, amável, o que melhor se encaixar.

Até uma próxima,

Jade Goulart

Paleta de cores: amarelo e terroso

Alô, alô!

Outono chegou e a paleta de cores amarela e terra veio junto também! Quem anda pelas lojas conseguiu perceber há um tempo que “roupitchas” e objetos mostarda, marrom e variados andam em alta ultimamente, moda que estourou lá em 2013, vocês lembram?

Pensando nisso eu vim aqui deixar inspirações para vocês se jogarem e abusarem com cores vivas que ficam bem em qualquer pessoa e lugar, espero que gostem!

  •  Looks

 

  • Decoração

 

  •  Sapatos

 

Caramelo, mostarda, amarelo e marrom ficam lindos quando combinados com cores mais neutras como preto, branco e cinza, em looks sempre rola de fazermos uma sobreposição misturando esses tons, nós amamos! Espero que tenham gostado das dicas e ousem muito!

Todas as fotos foram retiradas do nosso Pinterest Oficial, passem lá e confiram nossos pins e ideias, aposto que vocês irão adorar!

Até uma próxima,

Jade Goulart

Resenha: Óleo de Umectação Êeeee! #todecacho

Alô, alô!

Como vocês estão? Quem acompanha o blog sabe que eu amo falar sobre cabelos e que desde o carnaval estou prometendo essa resenha que ajudou consideravelmente os meus fios, mas antes de iniciar o post e falar o que eu achei desse produtinho, quero conversar com vocês sobre as diversas fiações que nós possuímos.

Cada cabelo é diferente, não é à toa que muitas vezes a hidratação que caí bem na sua amiga não “serve” para você, isso porque cada estrutura capilar tem uma necessidade. Por esse motivo foi criado um quadro para a divisão de cada fio e identificação de qual pertence a quem. Assim cada produto é destinado para um tipo de cabelo (varia entre 1A e 4C) gerando um efeito maior e duradouro, é sempre bom lembrar que nosso couro cabeludo às vezes suporta mais de um tipo de estrutura.

 

tipos-de-cabeloFoto retirada do Google

Então, bora lá! No carnaval levei na mala o restinho do meu antigo óleo de coco para hidratar e moldar os meus cachos, mas no terceiro dia por estar usando um pouquinho mais que o normal com o corre, corre de um bloco para o outro, ele acabou e foi um desespero só! Passei na primeira farmácia que vi e como não tinha o outro, comprei o Óleo de Umectação êeeee! da linha #todecacho, inicialmente fui levada pela estampa diferente do produto, eu achei bem linda e juvenil mas quando cheguei em casa e testei, vi que as razões para usá-lo eram outras.

” ÊEEEE! Podem comemorar esse Óleo de Umectação… é um espetáculo, sabem por quê? Possui um mix de óleos vegetais com girassol, oliva e coco que ajudam naquela umectação dos sonhos (durante o dia minutos antes de lavar os cabelos ou noturna) e que você adora. Porque você merece + nutrição, + hidratação e muuuito + brilho! E não se esqueça que você pode misturar esse óleo com a sua máscara predileta para dar um toque especial no tratamento. Vamos arrasar! 😉

  • Óleo de Girassol: hidrata e aumenta o brilho.
  • Óleo de Oliva: rico em vitaminas A, D, K e antioxidantes.
  • Óleo de Coco: rico em vitamina E e ácidos graxos”

O óleo é bem consistente, lembra um pouco hidratantes para as mãos com silicone; diferente de outros óleos não é aguado e você sente quando passa pelo cabelo que ele vai formar uma “capa protetora” para os fios. Eu passo sempre pós-banho junto com o creme para pentear e mesmo depois de um dia cheio os cachos não desarmam, sem contar que o Day After é muito bom, antes eu sentia a necessidade de fazer um penteado porque o produto não os mantinha mas agora fica tudo solto e lindo! hahaha

Outro diferencial é que ele abrange dos cachos 2A ao 4c – felicidade, mulherada! Eu gostei bastante e não pretendo abandonar tão cedo hahaha O único ponto negativo é que se você passar muito nos fios eles podem assumir uma aparência de gorduroso horrível, então se atentem a isso, ok?

 

Fotos retiradas do Google

Eu espero que vocês tenham curtido esse post, digam o que acharam e compartilhem com xs amigxs hahaha Vejam também: Cortes para cachos • Cor nos cachos • Cronograma Capilar.

Até uma próxima,

Jade Goulart

 

 

Cortes para cachos

Alô, alô!

Como vocês estão, moçoilas? Na semana de carnaval cheguei a comentar com vocês no post sobre cachos coloridos que eu amava mudar e que normalmente optava por um corte diferente no meu cabelo, foi nessa semana também que eu passei em um salão e pedi para cortar tudo! Sério, decisão de última hora, e por ser tão precipitada não tive ideia do modelo de corte que eu queria, mas como Papo Sério é sua segunda casa aqui estou eu para te ajudar a escolher um e ficar linda e diferente!

Eu seria completamente culpada se dissesse que a maioria das vezes que corto não apelo para os curtinhos, eles têm um lugar especial no meu coração porque deixam toda mulher mais forte, sensual e determinada enquanto os mais longos e médios dão a elas um semblante mais sensível e romântico. Todos são lindos e em cada fase da minha vida há um corte ou um comprimento capilar diferente – não é à toa que normalmente cortamos nossa querida juba sempre que queremos fechar ou começar um ciclo.

Vocês sabem, início de período, 2017.1 chegando, não resisti e “aparei as pontas” até os ombros hahaha Sem mais delongas aqui vão inspirações para vocês:

Curtiram? Eu retirei todas as imagens do nosso Pinterest Oficial e seria muito legal se vocês passassem lá para nos seguir e ficar por dentro das novidades, eu e as meninas, a Carol e a Paula, sempre damos um “pin” no que mais gostamos – então para os curiosos, vocês podem ter um spoiler do próximo conteúdo hahaha

Ah! Vejam também meus outros posts Cronograma Capilar. e Cor nos cachos que estão relacionados com o meu, o seu, os nossos caracóis e aprendam hidratações que são tiro e queda hahaha Meninas lisas, vocês também gostariam de ideias para os seus fios? Comentem aqui ❤

Hoje o post foi curtinho mais em breve teremos resenha de um óleo maravilhoso! hahaha

Espero que tenham gostado,

Jade Goulart

Piercing.

Alô, alô!

No último post que fiz sobre tatuagem (aqui) comentei para vocês que é uma coisa que eu tenho vontade de fazer desde criança por ver meus pais com as suas respectivas, mas outra coisa que eu também sempre tive vontade de fazer foram meus piercings – era meta de 2016.

Eu fiz o primeiro no dia do meu aniversário, 14 de abril, custou 60 reais, o furo e a joia, foi com agulha e não doeu nada! Dependendo do estúdio de piercing e tatuagem o preço varia, o que eu paguei está um pouco acima da média, mas por ser um local com uma assepsia “ok” valeu a pena.

O piercing que pus foi a ferradurinha na parte superior da orelha e cicatrizou em dois, três meses, isso porque eu passava álcool 50, sabonete antisséptico, três vezes ao dia. Eu segui à risca as orientações e não tive nenhuma complicação. Só dói na hora de limpar e dormir no comecinho por estar sensível, mas conforme o tempo vai passando você deixa de sentir.

O segundo foi no final de outubro, também custou 60 reais e por ter sido com agulha foi bem tranquilo. Eu fiz uma argolinha com uma bolinha no nariz e dessa vez por não ter dado tanta atenção a ele nasceu no segundo mês um pequeno queloide.

Limpar o piercing no nariz é um pouco diferente do que o da orelha, no primeiro você tem que usar álcool 50, sabonete antisséptico e soro fisiológico, algumas pessoas usam na limpeza a pomada diprogenta como prevenção contra os queloides, mas não são todos, enquanto o segundo só é necessário o álcool e sabonete.

Por estar em época de provas acabei comendo tudo o que não pode como chocolate, frutos do mar, além de dar às vezes uma escapada para praia e não passar protetor, tudo o que ajuda e muito a nascer queloide, como nasceu. No primeiro dia que eu vi já comprei a pomada e no terceiro dia desapareceu, foi muito tranquilo, mas em alguns casos usa-se salmoura para o desaparecimento.

Eu selecionei algumas fotos de piercings para vocês que também querem fazer um ou mais um – olha isso vicia hahaha – minhas redes vão estar logo abaixo e todas as fotos foram tiradas do Pinterest.

É isso gente, espero que vocês tenham gostado! Até uma próxima!

Pasta de piercings: https://br.pinterest.com/coutinhojade22/piercings/

Meu perfil: https://br.pinterest.com/coutinhojade22/

Jade Goulart