Relato de uma universitária

Todas as noites quando me deito, penso na pessoa que sou e na pessoa que quero me tornar, acordo cedo todos os dias para ir à faculdade, às vezes almoço no ônibus para chegar na hora certa para o estágio e na volta ainda tenho que estudar para deixar a matéria em dia. Acho incrível a capacidade que as pessoas têm de julgar as outras, as amigas me chamam para sair aos fins de semana e eu digo que não dá, estou cansada, elas não entendem, as tias perguntam qual a razão das minhas olheiras constantes se só estudo, mas não é fácil estudar, trabalhar, manter a matéria em dia e não enlouquecer.

Eu estou passando a melhor fase da minha vida tentando construir o meu futuro, no ensino médio estudava dia e noite para passar no vestibular, passei com 17 anos, as pessoas dizem: você não fez mais que a sua obrigação, é sério? Eu estudei, me dediquei, abri mão de saídas e de relacionamentos para ter tempo o suficiente para estudar e passar porque caso contrário eu ia decepcionar os meus pais e ter que me virar em um trabalho que me pagasse o suficiente para bancar uma faculdade.

Eu chorava várias vezes por mês porque achava que não ia aguentar a pressão e quando passei, eu não sabia o que fazer com toda a informação porque tinha muito conteúdo para estudar e mal tive tempo para descansar. Desde que entrei na faculdade só venho tentado tirar notas boas para manter o meu c.r. alto, mas como eu vou manter as minhas notas altas se mal tenho tempo para respirar? Eu chego em casa e nem como, vou direto dormir de tão cansada.

Quando o dia começa tenho que me preocupar com a passagem, o valor que gastarei com o lanche, se terei tempo de almoçar ou não e se terei tempo de fazer um daqueles milhares de trabalhos da faculdade. Enfim, ser jovem nessa sociedade não é fácil, não tem sido fácil, dizem que na faculdade é pior, mas ninguém diz quão pior é, xerox, SIGA, comida, horário, trabalho. Nessa fase a gente sente que tem que carregar o mundo nas costas, mas talvez a gente nem tenha maturidade para agarrar tais tarefas, mas sabe de uma coisa? Embora seja difícil, mesmo que a gente sinta que não vai aguentar, dá tudo certo, eu cresci muito desde que entrei nessa faculdade, fui a única da minha turma que passou em todas as matérias sem ter que ir para a prova final, virei muitas noites, chorei muito, mas toda a nossa dedicação vale a pena e somos recompensados, não desistam, não percam a fé, é difícil, mas não é impossível, a recompensa chega, devagar, mas chega!

Relato de uma universitária que não pode tomar café e dorme apenas quatro horas por noite,

Caroline David.

Anúncios

30 comentários em “Relato de uma universitária

  1. Também faço faculdade Caroline e entendo muito bem tudo isso que você desabafou.
    Sei que é difícil, mas as vezes tente ser mais de boa sabe? Tente tirar um tempo pra você também, mesmo que pareça impossível. A vida passa muito rápido pra você não colecionar e compartilhar momentos especiais.
    Mas parabéns por tudo que você já conquistou, com certeza todo o seu esforço será recompensado e reconhecido!!

    Bjbj

    Ps: Tem post novo no blog, vem ver!
    https://modelacomela.com/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá, adorei teu post.

    Me senti em casa, sabe? Cada linha aí que escreveste é minha realidade pura, mas diferente de você, eu tomo café..hahhahahah. A realidade de nós universitários (aqueles que querem alguma coisa, pois convenhamos, nem todos queres) é bem sofrida, as vezes parece que não vai dar tempo, parece que vamos morrer e não entender o que o texto quer dizer. Digo isso pois tem horas que bate aquele desespero, sabe? Mas vamos vencer. Um dia estaremos rindo de tudo isso em Paris.

    Atenciosamente,

    Gabriel Caetano
    https://www.youtube.com/channel/UCEu9wnjQwY25fKYg0Oj72nw

    Curtido por 2 pessoas

  3. Parabéns pelo esforço, vai valer à pena.
    Ainda não estou fazendo faculdade, mas a pressão dos estudos para ela estão terríveis. É família perguntando porque eu não vou visitá-los (e olha que eles nem trabalham, podiam muito bem fazer o favor de ir me ver), fala que não faço nada, para eu me inspirar na minha prima rica que estudou em escola particular e fez cursinho a vida toda. É complicado, porque ninguém quer ajudar, mas todo mundo gosta de atirar pedra e dizer que vida de estudante é fácil. Mas não pode desistir não, é o futuro que está em jogo, né?
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Olá!
    Identifiquei com cada palavra.
    É triste lutarmos tanto e as pessoas ainda nos falar de que é mais do que obrigação, rirem por não termos ido em tal festa, por estarmos dedicando aos estudos. O que alegra é que estamos construindo um futuro garantido.

    Ah, eu não consigo tomar café também.
    Beijos e sucesso!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s